TV GC

Comarcas assinarão convênios com entidades para recolhimento de resíduos

No Oeste, sete comarcas de Chapecó, São Carlos, Palmitos, Concórdia, Descanso, São José do Cedro e São Miguel do Oeste assinarão, nos próximos dias, convênios com entidades competentes para garantir a destinação correta dos resíduos

RESÍDUOS - 01/02/2019 10:26
Entidades de todo o estado podem prestar o serviço na comarca mais próxima do endereço da sede (Foto: Elizandra Gomes/TJSC)
A preocupação com o meio ambiente equilibrado é uma constante no Poder Judiciário de Santa Catarina. Tanto em sua sede, no TJ, como na maior parte das 111 comarcas pelo Estado, é comum encontrar lixeiras pelos corredores que possibilitam aos servidores e visitantes a separação ideal dos materiais descartados. Tal cuidado é ampliado quando os resíduos deixam os fóruns. No Oeste, sete comarcas de Chapecó, São Carlos, Palmitos, Concórdia, Descanso, São José do Cedro e São Miguel do Oeste assinarão, nos próximos dias, convênios com entidades competentes para garantir a destinação correta dos resíduos. 
    Em São Miguel do Oeste e Chapecó já existem parcerias com a Associação dos Coletores de Materiais Recicláveis e com o Verde Vida - Programa Oficina Educativa, respectivamente, que fazem o recolhimento e exploram os materiais comercialmente. Nestas comarcas os convênios também serão firmados para formalizar a participação dos dois lados.
    Chefe da Secretaria de Gestão Socioambiental do TJ, Roger Tang Vidal, explica que a principal mudança é a exigência de licença ambiental da instituição que se propor a fazer a coleta. "Após a assinatura do convênio, a associação deverá palestrar para os servidores a fim de orientá-los sobre separação correta de resíduos e demais fatores que beneficiam a reciclagem e a preservação ambiental", destaca Tang.

Mais notícias