TV GC

Ações de combate ao Aedes Aegypti são abordadas em Riqueza

Encontro foi realizado na quarta-feira, dia 27 de fevereiro, na Unidade Básica de Saúde de Riqueza

Riqueza - 12/03/2019 13:53

Com o objetivo de desencadear ações intersetoriais para o controle do mosquito Aedes Aegypti, integrantes da Sala de Situação do município de Riqueza reuniram-se com representantes regionais e estaduais no último dia 27 de fevereiro, quarta-feira, na Unidade Básica de Saúde. Na oportunidade, foi discutida a atual situação à nível municipal, regional e estadual, além de abordadas novas estratégias de combate ao mosquito.

A reunião contou com a presença do Secretário de Saúde, Alexandre Schenatto; Prefeito, Renaldo Mueller; Agente de Combate à Endemias, Iria Farensena; Coordenadora Municipal do Programa de Combate à Endemias, Gabriela Marostica; Supervisora Regional do Programa de Combate à Endemias, Daniele Carbonara;  Coordenador Regional da Defesa Civil, Rogério Golin; Representante da Defesa Civil Municipal, Janice Paludo Weirich; além de representantes de setores da Administração e de entidades do município.

De acordo com a Coordenadora Municipal do Programa de Combate à Endemias, Gabriela Marostica, Santa Catarina está passando por mudanças relacionadas à presença do mosquito e à transmissão da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. Conforme ela, o município de Riqueza passou a ser considerado infestado pelo Aedes Aegypti no mês de março de 2018, registrando 30 focos no decorrer do ano. Em 2019, até o dia 14 de fevereiro, já foram registrados dez focos positivos, o que aponta um risco iminente de transmissão de doenças. Destes dez, um foi encontrado em ponto estratégico, quatro em residências e cinco em armadilhas. 

O representante da Defesa Civil Estadual, Comandante Rogério Golin, afirma que a gravidade da situação no estado se dá, principalmente, pelo constante aumento no número de focos que estão sendo encontrados nos municípios em Santa Catarina. Golin explica que haverá uma reunião em Maravilha, com data a ser divulgada, envolvendo todos os municípios da Amerios (Associação dos Municípios do Entre Rios), com o intuito de traçar novas ações para o combate ao mosquito.

Conforme o Prefeito, Renaldo Mueller, é grande a preocupação com a situação e há um apoio integral da Administração às ações desenvolvidas no município. Segundo ele, é necessário que seja feito um bom trabalho, abrangendo todos os setores e servidores. Neste sentido, novas reuniões devem ocorrer nos próximos dias, com o objetivo de organizar campanhas de conscientização nas escolas e mutirões que envolvam diretamente a população. 

Fonte: Andrieli Severo/Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Riqueza

Mais notícias