TV GC

Catarinense deve gastar, em média, R$ 168,43 no Dia das Mães

​Estimativa de consumo para a data é calcula pela Fecomércio-SC

Estado - 03/05/2019 10:29 (atualizado em 03/05/2019 10:30)

Dados da Fecomércio-SC mostram que em 2019 o catarinense deve gastar, em média, R$ 168,43 no Dia das Mães, celebrado no segundo domingo de maio.

O valor é 2,2% superior ao registrado em 2018, quando o consumo médio foi de R$ 164,81. Entre as sete cidades pesquisadas, Florianópolis (R$ 190,01) e Itajaí (R$ 181,81) pretendem desembolsar as maiores quantias.

Em seguida aparece Blumenau (R$172,30), Chapecó (R$ 168) e Lages (R$ 166,36). As menores previsões de gasto na data foram observadas em Criciúma (R$158,80) e Joinville (R$ 142,02).

A projeção de crescimento na média, em comparação ao ano passado, está vinculada a situação econômica das famílias catarinenses, avalia a Fecomércio-SC.

O levamento aponta que para 47% delas houve uma melhora, enquanto que para 33,3% permaneceu igual e para 19,7%, piorou.

Roupas lideram lista de presentes

Neste ano, conforme dados do levantamento, quase metade dos entrevistados (47,7%) irá comprar produtos ligados ao setor do vestuário.

Perfumes e cosméticos será preferência de 18,1% dos entrevistados e calcados e bolsas será a opção de outros 8,8%.

Neste ano, a preferência dos que querem presentear as mães será o comércio de rua. De acordo com a pesquisa, 69,9% dos entrevistados optaram por esse local de compra.

Os shopping vem em seguida como destino preferido de 20,8% dos consumidores.

Além dos presentes, 36% dos catarinenses também afirmaram que pretendem sair para almoçar ou jantar na casa de parentes. Outros 20% devem comer em restaurantes e 34,6% disseram que não pretendem sair na data.

Pagamento em dinheiro será preferência

A pesquisa da federação ainda leva em conta a forma de pagamento. Este ano, o pagamento à vista em dinheiro lidera a intenção de 61,1% dos consumidores.

O pagamento em uma vez só no débito deve ser a opção de 11,8% dos catarinenses. Outros 16,9% devem parcelar compras no cartão de crédito.

Em média 39% dos que pretendem desembolsar algum valor na data afirmam que o preço é o diferencial na hora da compra.

Já outra parcela dos consumidores, 22%, dará preferência aos itens promocionais e outros 21% prezam pelo bom atendimento na hora de fechar negócio.

Fonte: Diário Catarinense

Mais notícias