TV GC

Juíza de Palmitos realiza Seminário de enfrentamento à violência contra a mulher

Participou a convite a desembargadora Salete Silva Sommariva

Palmitos - 10/07/2019 14:05

Na tarde desta terça-feira, dia 9, ocorreu no Centro de Idosos Esperança, o primeiro Seminário de enfrentamento à violência contra a mulher, realizado pela juíza Marisete Aparecida Turatto Pagnussatt, da comarca de Palmitos e contou com a participação da coordenadora estadual da violência domestica e familiar contra a mulher do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, Desembargadora, Salete Silva Sommariva.

Em entrevista a equipe do jornal Expresso d’Oeste, a Desembargadora, o seminário foi desenvolvido porque na região é segundo ela, um assunto pouco discutido. Os assuntos abordados no evento são de acordo com as violências sofridas pelas mulheres, e como a sociedade deve combater este problema. “Os principais assuntos abordados foram: Como a mulher passou a ceder ao mercado de trabalho, quais foram as leis que as protegeram,  falamos na Lei Maria da Penha, nas espécies de violência domestica, como a física, sexual, psicológica, patrimonial e moral entre outros”, destaca.

A desembargadora frisou que a sociedade deve acompanhar entidades e instituições, além de procurar ser voluntários na Secretaria de Saúde, Ministério Público, Delegacia, Fórum, e até mesmo fazendo uma denuncias. “Todos podem ajudar, a participação é muito importante”, avalia.

Segundo Salete no estado de Santa Catarina, no ano passado foi registrados 48 casos de violência contra mulher. “Desses números, até final de maio forma 28 casos consumados, fora os tentados”, afirma.

Fonte: Redação jornal Expresso d'Oeste

Mais notícias