TV GC

Covid-19: Maioria dos doentes em SC possui menos de 50 anos.

Já são mais de 2,7 mil casos da doença no Estado. Taxa de mortalidade supera 10% entre pessoas com mais de 70 anos

Coronavírus - 06/05/2020 14:59




Segundo os dados divulgados pelo governo do Estado até esta quarta-feira (6), a maioria das pessoas com casos confirmados com Covid-19 no Estado possui menos de 50 anos. Essa faixa etária corresponde a 1.855 dos 2.795 (66,4%) casos confirmados da doença até o momento.


A faixa etária com maior número de confirmações é a de 30 a 39, com 703 casos (25%). Em seguida, vêm o grupo de 40 a 49 anos, com 577 confirmações (20,6%) e os jovens de 20 a 29 anos, que somam 462 casos confirmados (16,5%).


Apesar de concentrar a maioria das confirmações, a faixa etária de 0 a 49 anos é que a menos possui óbitos (9), com uma taxa de mortalidade de menos de 0,5%. Entretanto, essa taxa sobe consideravelmente com o aumento da idade: 4% entre 60 a 69 anos; 10% entre 70 a 79 anos; e 27% entre 80 a 89 anos. 


Desde o início da pandemia, a Secretaria de Estado da Saúde tem reforçado que, apesar da taxa de mortalidade entre os mais jovens ser menor, eles são grandes vetores da doença. Uma das principais preocupações da pasta tem sido preparar as unidades hospitalares do Estado para a pandemia. 


De acordo com o governo, atualmente 78 dos 498 leitos de UTI reservados à Covid-19 estão ocupados, o que representa uma taxa de ocupação de 15,7%. Segundo o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, o tempo médio que os catarinenses ficam nos leitos de UTI é menor do que a média nacional.


"Ainda não sabemos o porquê disso, mas os catarinenses têm se recuperado da doença mais rápido que no resto do país. Em Santa Catarina os doentes tem ficado de 11 a 13 dias em leitos de UTI. No Brasil essa média é de 14, chegando a 15 dias em algumas localidades", destacou.


Apesar da baixa taxa de ocupação, a falta de transparência sobre esses leitos tem preocupado o Legislativo. Segundo o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de SC (Alesc), deputado Neodi Saretta (PT), algumas regiões já estão operando próximas ao limite.


"O governo divulga a taxa de ocupação dos leitos mas não nos informa detalhadamente onde eles estão e nem se já estão sendo operacionalizados. Por exemplo no Hospital São Francisco, em Concórdia, recebi a informação que 14 dos 16 leitos estão ocupados, o que é um problema considerando que o hospital e o único daquela região", ressaltou no início da semana.




Situação nacional


Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil já possui mais de 100 mil casos confirmados da doença. O estado com maior número de registros é São Paulo, com mais de 34 mil. Santa Catarina é o décimo estado com maior número de confirmações e lidera a região Sul, com 2.795.


Quanto aos óbitos, já são mais de 7,9 mil em todo o país. São Paulo também é o estado com maior número de mortes, com 2.851. Já Santa Catarina, registrou 58 óbitos, sendo o 16º entre as unidades da Federação.

Fonte: RCN
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business EXPRESSO D'OESTE (49) 99819 9356

Mais notícias