TV GC

Responsáveis por festas durante pandemia em Florianópolis são identificados

Relatório com denúncias foi encaminhado pela Vigilância municipal ao Ministério Público de Santa Catarina

Estado - 08/05/2020 15:33

Foto: Divulgação


Ao menos oito festas e os responsáveis por suas realizações no último fim de semana em Florianópolis foram identificados pela Polícia Civil e Vigilância Sanitária da cidade. Os eventos ocorreram em três bairros, segundo a prefeitura, sendo seis delas em Jurerê Internacional, uma na Lagoa da Conceição e uma em Cacupé.

Na quinta-feira, dia 7, a Vigilância Sanitária municipal encaminhou ao Ministério Público um relatório com as denúncias. Festas públicas e privadas estão proibidas em Santa Catarina por decreto por causa da pandemia de coronavírus.

"As pessoas identificadas serão intimadas para depoimentos", detalhou a delegada Eliane Chaves. O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) também investiga o caso.

O Conselho Regional de Medicina (CRM) apura a participação de médicos nessas festas, mas não informou se eles continuam atuando, se são catarinenses e quais as punições passíveis a esses profissionais.

Fiscalização intensificada

Segundo a Polícia Militar e a prefeitura de Florianópolis, a fiscalização será intensificada nos próximos dias e qualquer festa e aglomeração deve ser denunciada à Guarda Municipal pelo número 153 ou Polícia Militar pelo 190.

Além de responder criminalmente, os responsáveis ainda podem pagar multa de até R$ 2,5 mil aplicada pela Vigilância Sanitária da capital.

A fiscalização deve ser intensificada ainda em outras cidades que no último fim de semana também tiveram registros de festas irregulares e estabelecimentos fechados por registrar aglomerações.

Comemorações com quem vive na mesma residência não são proibidas, mas quando pessoas que moram em outro lugar também são convidadas, fica caracterizado o descumprimento do decreto estadual.

Fonte: G1/SC
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business EXPRESSO D'OESTE (49) 99819 9356

Mais notícias